Bartwist

Luís António é o Barman do Ano 2019

Barman do Ano 2019 18 Outubro 2019

Luís António foi eleito Barman do Ano 2019, na final recentemente disputada no Lx Factory, em Lisboa. Quem quiser provar os cocktails deste barman natural de Beja, basta deslocar-se ao Tropical Beach Club, o bar que pertence ao quatro estrelas Hotel Faro. Apesar de estar situado sobre o areal junto à praia de Faro, encontra-se a funcionar por estes dias. 

Foto de Filipe Vera-Cruz cedida por Luís António

Luís António obteve mais pontos na final do que Filipe Sustelo, do Passion Bar (Albufeira); João Costa, do Bovino Steakhouse (Almancil); João Ribau, do Montebelo Hotel Vista Alegre (Ílhavo); e do que Tatiana Cardoso, do The Royal Cocktail Club (Porto). Lembra-se da antevisão que fizémos sobre o evento?

Falámos com Luís António, o vencedor que chegou a estudar Fisioterapia na sequência de um acidente que sofreu, mas que – em bom tempo – preferiu dedicar-se à mixologia:

O que significa para si esta vitória?
Esta vitória demonstra que estou no bom caminho e que deverei continuar a trabalhar desta forma. Não é nenhum Prémio Nobel, mas sim algo que, de certa forma, constitui o reconhecimento do meu trabalho. É isso que o prémio me diz, que devo continuar a fazer o trabalho que tenho estado a fazer.

Foi a sua primeira vitória ou já tinha conquistado outras? 
Já tinha estado em finais, ainda não tinha estado no pódio nas finais em que estive. Portanto, foi a minha primeira grande vitória, sim. 

Qual o segredo dos cocktails com que venceu? 
Os cocktails que fiz estão relacionados com o tema da sustentabilidade. Basicamente, todos os ingredientes – ou quase todos, tirando algumas bases de espirituosas – são ingredientes que foram produzidos através de materiais que seriam lixo, como borra de café, cascas de citrinos ou vinhos com rolha. Peguei nesses ingredientes e acabei por lhes dar um novo ciclo, uma nova vida e transformá-los noutro produto. Não um produto que exista à venda, mas sim um produto que podemos oferecer ao nosso cliente sem retirar qualquer tipo de qualidade. 

Foto de Filipe Vera-Cruz cedida por Luís António

Os concorrentes tinham de fazer um cocktail de autor…
Um dos três desafios que tínhamos era um cocktail de autor. O nome desse cocktail é Ice Creaming for You, um trocadilho com as palavras; tem dois sentidos. Um deles é “eu grito por ti”, eu quero chamar-te a atenção – temos um problema, precisamos de ajudar o nosso planeta, digamos assim. E o outro é o que a própria palavra acaba por dizer e que é ice cream, de gelado. Visto que trabalho na praia, este cocktail está diretamente relacionado com a iniciativa “Marcas na Terra”. Ou seja, todas as primeiras terças-feiras de cada mês, quem se deslocar ao nosso espaço para ajudar a nossa equipa a recolher lixo da praia, no primeiro período da manhã, nós oferecemos um cocktail. Foi este cocktail que apresentei. Basicamente é servido num cone de bolacha, que é revestido a chocolate. Leva o cocktail e, por cima, um merengue de limão, uma espuma de limão, que retrata a nata ou o iogurte que alguns gelados costumam ter. Isto para ter uma ideia visual. O cocktail é composto por três tipo de rum, um blend: plantation pineapple, plantation pineapple três estrelas e plantation Jamaica fusionados a quente em manga. 

A 5.ª edição do Barman do Ano foi organizada pela INTER Magazine, em parceria com a Lisboa & Porto Cocktail Week, com o patrocínio do município da Lourinhã e o apoio da Viriathus Drink’s e da Cubers