Bartwist

Havana, Daiquiris e Ernest Hemingway

30 Maio 2019 Redação

Quando pensamos na associação entre um lugar que todos queremos visitar e um cocktail mundialmente famoso é incontornável pensar na irredutível Havana, em Cuba, e em daiquiris (rum, lima e açúcar). O glamour desta associação foi – e é – muito potenciada pela predileção do escritor norte-americano Ernest Hemingway pelo bar La Floridita, em Havana, onde bebia os seus daiquiris ao balcão.  

Aliás, reza a história – mais contada do que comprovada, como veremos – que Hemingway gostava de tomar uns mojitos no bar La Bodeguita del Medio, mas Philip Greene, do alto dos seus 20 anos de pesquisa sobre o autor de Por quem os sinos dobram, garante que esta versão não corresponde à verdade, apesar de ser considerada certa por muitos e a lenda prevalecer.

A presença de Hemingway no La Floridita é de tal forma mítica que está hoje imortalizada por uma estátua de bronze do escritor, em tamanho real, que se pode encontrar no final do balcão deste bar que ainda mantém uma decoração que remonta aos anos 40 e 50 do século XX. Desengane-se quem pense que a sedutora Havana, o La Floridita e (dizemos nós) os daiquiris enfeitiçaram apenas Hemingway. A lista de famosos que frequentaram este bar é impressionante. Deixamos apenas alguns nomes: Gary Cooper, Tennessee Williams, Marlene Dietrich, Jean-Paul Sartre, Ava Gardner, Kate Moss, Graham Greene ou Jack Nicholson.